NÃO ENCONTROU O LIVRO QUE PROCURA? ENTRE EM CONTATO CONOSCO PELO WHATSAPP

Risco de trombose faz EUA restringirem aplicação da vacina da Janssen contra a COVID-19

Hoje, 5 de maio, a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, entidade semelhante à Anvisa do Brasil, limitou o uso autorizado da vacina Janssen COVID-19 a indivíduos com 18 anos de idade ou mais para os quais outras vacinas COVID-19 autorizadas ou aprovadas não são acessíveis ou clinicamente apropriadas, e a indivíduos com 18 anos de idade ou mais que optam por receber a vacina Janssen COVID-19 porque, de outra forma, não receberiam uma vacina COVID-19. Motivo: o risco de trombose com síndrome de trombocitopenia (TTS, em inglês), uma síndrome de coágulos sanguíneos raros e potencialmente fatais em combinação com baixos níveis de plaquetas no sangue. Os sintomas têm inicio aproximadamente uma a duas semana após a administração da vacina Janssen COVID-19.

Os profissionais de saúde que administrem essa vacina terão acesso a essa advertência quando consultarem a ficha informativa sobre ela.

“Reconhecemos que a vacina Janssen COVID-19 ainda tem um papel na atual resposta à pandemia nos Estados Unidos e em toda a comunidade global. Nossa ação reflete nossa análise atualizada do risco de TTS após a administração desta vacina e limita o uso da vacina a certos indivíduos”, disse o dr. Peter Marks, diretor do Centro de Avaliação e Pesquisa Biológica da FDA. “A ação de hoje demonstra a robustez de nossos sistemas de vigilância de segurança e nosso compromisso em garantir que a ciência e os dados guiem nossas decisões. Temos monitorado de perto a vacina Janssen COVID-19 e a ocorrência de TTS após sua administração e usamos informações atualizadas de nossos sistemas de vigilância de segurança para revisar os EUA.

Exemplos de indivíduos que ainda podem receber a vacina Janssen COVID-19 incluem: indivíduos que sofreram uma reação anafilática após o recebimento de uma vacina de mRNA COVID-19, indivíduos que têm preocupações pessoais em receber vacinas de mRNA e, de outra forma, não receberiam uma vacina COVID-19 e indivíduos que permaneceriam não vacinados para COVID-19 devido ao acesso limitado às vacinas de mRNA COVID-19.

A Janssen Biotech Inc, uma subsidiária da Janssen Pharmaceutical Company, da Johnson & Johnson, foi notificada da decisão da FDA.

SAIBA MAIS

Imagem em destaque: campanha de vacinação – Governo de S. Paulo/ Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.