NÃO ENCONTROU O LIVRO QUE PROCURA? ENTRE EM CONTATO CONOSCO PELO WHATSAPP
shopping business money pay

Reclamações com maquininhas de cartão aumentaram 27% de 2020 para 2021

Em 2021, o setor de maquininhas de cartão acumulou 89,4 mil reclamações registradas no site do Reclame Aqui. O volume representa um aumento de 27% em relação ao ano de 2020, com 70.414 reclamações registradas. Uma pesquisa aplicada entre os dias 22 e 26 de agosto de 2019 pelo portal mostrou que 62% dos comerciantes tinham apenas uma maquininha em seu negócio. Do lado dos consumidores, 18% tiveram problemas em experiências com essas máquinas. Em 53% das vezes foram problemas de conexão de internet. Um outro resultado surpreende: 74% dos empreendedores já trabalhavam com maquininhas em seus estabelecimentos e 54,5% afirmaram ter problemas em seus equipamentos. A consulta ouviu 8,2 mil pessoas, sendo 84,4% consumidores e 15,6% comerciantes.

Para se ter uma ideia do que 54,5% de falhas significam, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) calcula que o Brasil conte com cerca de 11 milhões de maquininhas, em operação. Em 2019, 40% das vendas do varejo foram feitas via cartão de crédito e débito, e a estimativa é de que o índice de participação dos cartões no consumo das famílias brasileiras atinja 60% ainda neste ano. A Abecs projeta que os cartões devem movimentar 3,2 trilhões de reais em 2022, uma alta de 21% em relação a 2021, quando foram 2,65 trilhões de reais.

Ainda de acordo com a Associação, o faturamento combinado de 3 grandes players do mercado de maquininhas com dados públicos (Cielo, Getnet e PagSeguro) subiu 20,8% no 1º semestre de 2021 em comparação com o mesmo período de 2020.

SERVIÇO – Se você – comerciante ou consumidor – já teve algum problema com maquininhas de cartão, conte pra gente qual foi, se foi resolvido e quanto tempo durou para ser resolvido. Mande sua mensagem para este e-mail. Seus dados serão mantidos em sigilo.

Imagem em destaque: Pexels

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.